Fatos & Dados sobre engajamento

Compartilhe este artigo na sua rede

Engajamento de Funcionários é um dos fatores críticos para o sucesso de uma organização, de acordo com um estudo publicado pela Harvard Business Review Analytics Services.

Fonte: The impact of Employee Engagement On Performance
Harvard Business Review Analytics Services, Setembro/2013

Mas, o que é engajamento?

Kevin Kruse, autor do Best Seller “Employee Engagement 2.0″, define engajamento da seguinte forma:

 

Engajamento não é Felicidade!

Um funcionário pode estar feliz no trabalho, mas isso não significa necessariamente que ele esteja trabalhando produtivamente a favor da organização.

Sua empresa pode oferecer diversos benefícios como vídeo games, mesas de ping pong, TGIFs., etc. Mas se seu funcionário usufrui de todos esses benefícios, entrega muito pouco e quando dá 6 da tarde, ele se levanta e vai pra casa, você tem um problema.

 

Engajamento não é Satisfação!

Muitas empresas confundem esses dois termos facilmente, mas a diferença básica é que o funcionário satisfeito é, em muitos casos, aquele que se contenta com o status quo.

Este funcionário faz a parte dele, mas ele não demonstra interesse em fazer mais do que o necessário para a empresa. O importante pra ele é o pagamento na sua conta no final do mês e os benefícios que a empresa oferece.

 

Engajamento é outra coisa!

Engajamento é o comprometimento emocional que um funcionário possui com a organização e seus objetivos.

Esse funcionário não trabalha só pensando no seu pagamento no final do mês ou nos benefícios que a empresa oferece. Ele acredita no que a empresa faz e quer contribuir com os objetivos da organização.

De acordo com a Towers Perrin Research, as empresas com funcionários engajados têm margens de lucro líquido 6% mais altas e, de acordo com a Kenexa, as empresas engajadas trouxeram retorno para seus acionistas que foi cinco vezes maior ao longo de cinco anos.

O engajamento dos funcionários é a chave para ativar uma força de trabalho de alto desempenho. Funcionários engajados elevam o patamar de produtividade, qualidade e serviços oferecidos pela organização. Como consequência, a taxa de satisfação dos clientes aumenta, o que gera interesse no produto ou serviço que a empresa oferece. Logo, aumentam-se as vendas, aumentam-se os lucros obtidos e consequentemente, há um maior retorno aos acionistas.

“Para ganhar no mercado você deve primeiro vencer no local de trabalho.”

Former Campbell’s Soup CEO, Doug Conant

O artigo original pode ser encontrado neste link.

Não deixe de ler também…

O Guia Definitivo de People Analytics
People Analytics

O que é People Analytics?

A presença da análise de dados na área de gestão de pessoas se consolida a cada ano. Grandes corporações passaram a investir em soluções tecnológicas e obter avanços na performance dos colaboradores e nos resultados das empresas, mas muitos ainda desconhecem a definição e o que é possível esperar de People Analytics.  O que é

Leia mais »
Puxar e empurrar - como um bom líder afeta os colaboradores
Gestão de Pessoas

Puxar e empurrar – como um bom líder afeta os colaboradores

Puxar e Empurrar são duas abordagens comuns mas muito diferentes para alcançar uma meta. Normalmente, tendemos a achar que empurrar a tarefa para um colaborador, ou seja, confiar 100% a sua execução a ele é a melhor opção, contudo, saber como combinar os dois caminhos pode ser uma habilidade importante para gerentes e líderes. Confira o artigo!

Leia mais »
A importância de um bom Feedback
Gestão de Pessoas

A importância de um bom Feedback

O feedback é essencial para ajudar os colaboradores de todos os níveis a aprimorar suas melhores qualidades e lidar com o pior para que eles possam se destacar. Confira algumas dicas
de Pesquisadores da Center for Creative Leadership (CCL) sobre como oferecer um bom feedback.

Leia mais »