Como manter a motivação para equipes em home office?

Compartilhe este artigo na sua rede

Voiced by Amazon Polly

Manter e incentivar a motivação em equipes é assunto recorrente em empresas e profissionais de Recursos Humanos. Fortalecer valores e incentivar profissionais faz parte da cultura organizacional e são determinantes para que colaboradores se tornem produtivos e aptos a realizar trabalhos em equipe.

Uma cultura de trabalho positiva impacta diretamente os resultados da empresa. Utilizando dessa estratégia, é possível perceber aumento na produtividade e engajamento de colaboradores, que, desta forma, podem encontrar espaços para desenvolver habilidades criativas e de inovação.

Um artigo da Harvard Business Review aponta que o trabalhador moderno possui 6 motivos para trabalhar: jogar, propósito, potencial, pressão emocional, pressão econômica e inércia. Os três primeiros motivos funcionam para aumentar a performance, enquanto os 3 últimos prejudicam o trabalho. É trabalho das empresas equilibrar a balança, focando sempre para que os bons motivos se sobressaiam e a motivação do colaborador se mantenha mais positiva do que negativa.

Manter esse equilíbrio positivo proporciona um colaborador motivado que impacta diretamente na produtividade da empresa. O profissional de Recursos Humanos pode desempenhar um papel fundamental na motivação de funcionários, alinhando interesses pessoais de colaboradores com os objetivos da empresa, criando um estímulo positivo. A desmotivação e insatisfação podem impactar diretamente trazendo prejuízos como aumento do absenteísmo, elevação do turnover e redução de produtividade e performance.

Trabalhar ativamente na motivação já era um desafio enfrentado por profissionais de Recursos Humanos atuando diariamente no ambiente empresarial. Com a chegada da pandemia de COVID-19, muitas empresas adotaram o home office como principal forma de trabalho. Com o avanço da vacinação da população, o modelo híbrido que alterna trabalho remoto e presencial tornou-se uma opção viável para as empresas. É fundamental, portanto, novas estratégias para manter os colaboradores motivados e valorizados como parte integrante da empresa mesmo sem a presença física no escritório.

Pensando nesta nova forma de trabalho, preparamos neste post 5 dicas para colocar em prática e manter a motivação no home office. Vamos lá?

1 – Construa e mantenha um canal direto de comunicação com a equipe

Mantenha o hábito de conversar frequentemente, de maneira objetiva e clara, com equipes, mas também tire um tempo para falar com funcionários individualmente. O afastamento físico pode trazer uma falsa sensação de estar trabalhando sozinho, portanto, é importante manter a união de equipes e criar um senso de pertencimento. Além disso, alinhar constantemente objetivos e metas permite um rápido entendimento por todos do trabalho que precisa ser feito. Mantenha um canal de comunicação acessível e aberto sempre que um membro da equipe sentir necessidade de utilizá-lo.

2 – Crie uma rotina definida

A rotina, a repetição diária de ações, funciona como um organizador externo, aliviando momentos de ansiedade e trazendo uma sensação de segurança. Para muitas pessoas, a ausência do deslocamento até o trabalho ou a falta de um ambiente adequado em casa para exercer as atividades pode dificultar a criação de uma rotina. Empresas podem auxiliar, criando e mantendo rotinas de trabalho. Planeje e organize com antecedência atividades e metas, coloque prazos definidos, deixe claro o nível de complexidade, o grau de prioridade e os colaboradores envolvidos. Mantenha uma frequência fixa de reuniões e alinhamentos de equipe, evitando exceder o tempo máximo pré-determinado, uma vez que videochamadas muito longas podem se tornar cansativas e causar um estresse emocional.

3 – Cultive uma cultura de confiança

A transparência é fundamental na relação entre colaboradores. Neste contexto de trabalho remoto, o afastamento físico pode dificultar o gerenciamento de equipes ou acompanhamento de trabalhos. É importante, portanto, construir uma cultura de confiança entre todos, onde cada um sabe sua função e importância na equipe, alcançando o trabalho esperado. No modelo de home office, muitas vezes incentivar a habilidade de autogerenciamento e modalidades de accountability podem auxiliar na criação de confiança. É importante manter momentos para feedbacks, positivos e negativos, e recompensar o bom trabalho executado.

4 – Tenha empatia

Cada colaborador administra situações de crise de diferentes maneiras, de acordo com o seu contexto social, familiar e estilo de vida. Neste momento de enfrentamento da pandemia tenha empatia e compreensão com situações que podem fugir do controle do funcionário. Contratempos como falta de luz, lentidão na Internet ou problemas com ruídos podem prejudicar a produtividade e performance. Mantenha uma conversa franca e transparente, permitindo que colaboradores expressem suas preocupações e dificuldades e, quando possível, auxilie o processo de resolução destes problemas.

5 – Ofereça suporte tecnológico

Certifique-se de oferecer todo o apoio tecnológico necessário para seus colaboradores executarem suas atividades. Computadores, celular, tablet, câmera, microfone são alguns equipamentos que podem ser necessários para exercer funções de maneira remota. Além dos equipamentos, é importante oferecer softwares e aplicativos que suportem as atividades, como programa para videochamadas, espaço para armazenamento de arquivos na nuvem, criadores e editores de texto, serviço de e-mail empresarial, avaliando quais são necessários para cada contexto.

Para equipes de Recursos Humanos, a Plataforma Appus pode ser sua aliada para avaliação de desempenho da equipe em home office. Quer saber mais? Entre em contato conosco!

 

* Texto produzido por Letícia Dallegrave, mestra em Comunicação Social e Redatora Publicitária.

Não deixe de ler também…

O Guia Definitivo de People Analytics
People Analytics

O que é People Analytics?

A presença da análise de dados na área de gestão de pessoas se consolida a cada ano. Grandes corporações passaram a investir em soluções tecnológicas e obter avanços na performance dos colaboradores e nos resultados das empresas, mas muitos ainda desconhecem a definição e o que é possível esperar de People Analytics.  O que é

Leia mais »
O papel das emoções em tomadas de decisões
Cultura Organizacional

O papel das emoções em tomadas de decisões

Quando nos deparamos com decisões difíceis e complexas, normalmente experimentamos emoções igualmente difíceis e complexas. Normalmente, não queremos ficar sentados com esses sentimentos desconfortáveis, então tentamos acabar com a tomada de decisão.

Leia mais »
Liderando com confiança em tempos de incerteza
Gestão de Pessoas

Liderando com confiança em tempos de incerteza

Desde 2020, o mundo nos ensinou que mudanças podem vir rapidamente e empresas podem ter que se adaptar de uma hora para outra à uma nova realidade. Ainda não é possível prever o futuro, porém é possível mudar a cultura da empresa para considerar o futuro como uma variável e estar pronto para mudanças constantes ou abruptas.

Leia mais »