Você já ouviu falar em team building? Entenda esse conceito!

Quer saber mais sobre as soluções da Appus?

O que você faria se pudesse ter 93% dos seus colaboradores fazendo o melhor trabalho possível? Apesar de serem números agressivos, isso é o que as pesquisas mostram. Uma das formas de alcançar taxas tão altas de engajamento é por meio do team building. Mas você tem ideia do que ele se trata?

Sendo a pessoa responsável pelos Recursos Humanos, é muito importante que você conheça esse importante ponto da área. Com ele é possível melhorar a produtividade e o humor das pessoas que trabalham na sua instituição. Vejamos como isso é possível no artigo a seguir! Acompanhe.

Do que se trata?

Assim como o termo em tradução literal, team building significa construção de equipe. Mais do que uma expressão, esse conceito carrega a ideia de criar times que agreguem cada vez mais produtividade pela combinação de diversos fatores.

É cientificamente comprovado que existe um impacto positivo em equipes que apresentam um sentimento de grupo e que compartilham uma cultura corporativa sadia e positiva. Tudo começou em Chicago, nas famosas experiências da década de 30, na Western Electric Company.

Com os experimentos, o pesquisador Elton Mayo aferiu que a integração social tem caráter decisivo na produtividade. Apesar desse resultado ter quase 100 anos, quanto mais o tempo passa, mais as empresas comprovam isso, inclusive nos dias de hoje.

Mas como será que o team building funciona na prática? Vejamos!

Como o team building funciona?

A proposta é que haja uma melhor interação entre as pessoas de cada equipe. Isso é feito por meio da melhora das relações interpessoais, que se tornam mais profundas e de uma abertura maior de cada colaborador. Conhecer as virtudes e defeitos que cada pessoa tem permite que elas sejam mais assertivas no que devem melhorar e mais positivas na percepção de si próprias.

Para isso, existe uma grande carga emocional a cada atividade, visando marcar a vivência das pessoas e gerar marcas profundas. Isso ajuda a criar boas memórias e fazer as pessoas absorverem a proposta das atividades. Para haver efetividade, deve existir um respaldo profissional e pedagógico em cada uma delas.

Quais as vantagens para empresas e colaboradores?

A primeira percepção que existe após um bom team building é um melhor engajamento das pessoas. Fazer com que pessoas andem juntas, compartilhem histórias e se ajudem faz com que elas estreitem laços pessoais e até mesmo com a instituição.

As pessoas acabam se sentindo mais à vontade para atuarem e proporem inovações. Isso é muito importante para empresas que estão buscando se estruturar, pois é uma das formas mais eficazes de fazer isso.

As pessoas também acabam vivendo uma fase de melhora no autoconhecimento. Isso faz com que elas mesmas priorizem o que sabem fazer de bom e corram atrás dos seus déficits. Nada como uma equipe que trabalha proativamente em cima dos seus pontos fracos, não é mesmo?

Como terceiro ponto, há uma mudança na forma de enxergar os objetivos da empresa. Assim como já falamos no nosso blog, é muito importante ter uma equipe que saiba para onde está indo. Isso ajuda a empresa a alcançar aquilo que ela quer, porque as pessoas estão indo na mesma direção sem bater cabeça.

Quais as principais maneiras de aplicá-lo na empresa?

Para que o team building seja efetivo, é necessário seguir alguns procedimentos já comprovados no mercado. Apesar dele estar relacionado à forma das pessoas interagirem, existem erros que podem ser cometidos no meio do caminho.

Um deles é a diversão. Atividades lúdicas costumam ser uma ótima forma de realizar um bom team building. Principalmente se foram realizadas fora do local de trabalho, já que isso pode trazer uma tranquilidade e relaxamento maior aos colaboradores. Claro, atividades assim devem ser feitas não apenas pela diversão, mas buscando os objetivos necessários que a equipe precisa.

Para saber qual caminho seguir, é interessante ter um bom planejamento do team building a ser desenvolvido. Já que a empresa tem objetivos globais, é esperado que as atividades apontem para esses objetivos, de forma a consolidá-los.

Levar a equipe para o meio do mar, a uma chácara ou pra jogar bola são boas opções de fazer um team building divertido e envolvente. Se os recursos forem limitados, é possível focar em conversas, realizando atividades quebra-gelo.

Um exemplo é o jogo 2 verdades 1 mentira. Nele, cada participante deve escrever em uma folha anônima duas verdades e uma mentira sobre a sua vida, marcando a falsa. Ao final, um voluntário lê as três frases e a equipe, em conjunto, deve descobrir qual das frases é uma mentira.

Parece uma dinâmica simples, mas ela é eficiente para que as pessoas descubram um pouco mais sobre as outras e até mesmo para saber o que pensam delas. Bem legal, né? Isso ajuda a estreitar os laços entre colaboradores. Existem muitas outras atividades que podem ser realizadas nesse sentido.

Quais as melhores dicas práticas de team building?

Sabendo que existe um certo risco de as atividades saírem dos trilhos, é importante especificar regras para cada atividade. Se for uma prática esportiva, é sempre bom lembrar para que não haja violência e para que a integridade física de todos seja preservada.

Se a ideia a ser aplicada for uma conversa, é importante lembrar a todos para que sejam civilizados e tenham parcimônia. Se alguém age de forma rude, pode ser que toda uma atividade perca seu valor, já que a polêmica tende a ser um assunto mais forte do que a dinâmica.

Um bom ponto que pode ser observado nessas atividade é o empoderamento dos empregados. Existe uma tendência de que as pessoas se adaptem à sua liderança, ficando mais acomodadas. Dar espaço para que elas pensem e ajam por si próprias cria um ambiente mais criativo e inclusivo. Essa é uma frente que o team building pode trabalhar muito bem.

Como você percebeu, o team building é uma atividade que traz inúmeros benefícios para o seu negócio, independente do tamanho. Se você quer continuar aprimorando seus conhecimentos e melhorando seu RH, confira nosso blog e saiba um pouco mais sobre a importância da diversidade no ambiente de trabalho.

Este texto foi produzido por Danilo Soares Cardoso, em parceria com a Rock Content.

Meme Appus News

QUE TAL ASSINAR a nossa newsletter?

Não deixe de ler também…

© 2014 – 2018 | Appus HR Analytics – www.appus.com – Todos os direitos reservados.