Como ser um bom líder e um bom coach para sua equipe?

Quer saber mais sobre as soluções da Appus?

Há alguns passos para melhorar o desempenho de uma equipe, como ser um bom líder e um bom coach. Afinal, os demais planos requerem a capacidade de influenciar os colaboradores para serem bem-sucedidos.

O problema é que, embora muitos pleiteiem a posição, são poucos os verdadeiramente capacitados para direcionar as ações de um time. No dia a dia, as empresas sofrem para suprir essa função estratégica.

Logo abaixo, você encontrará dicas práticas para desenvolver uma liderança de excelência. Continue lendo para ajudar a sua equipe e se tornar um profissional ainda mais qualificado!

Vivemos uma escassez de bons líderes?

Como você já deve ter notado, muitas pessoas ocupam posições de liderança, especialmente como recompensa por serviços prestados em outras funções. No entanto, se isso é verdadeiro, por que esse atributo ainda é considerado um diferencial pelas empresas?

Na verdade, em que pese existirem muitos líderes, há poucos bons líderes. O fato de alguém ocupar uma função de chefia ou ter um dom para o relacionamento interpessoal não exclui a necessidade de preparo. E a qualificação faz toda a diferença!

Com o treinamento, até mesmo profissionais que não exercem uma influência natural sobre o grupo podem evoluir e fornecer o suporte necessário para o sucesso coletivo. Não à toa, os cursos, palestras, workshops e textos sobre liderança são conteúdos ricos e com efeitos práticos.

Por que as empresas precisam de bons líderes?

Os líderes são responsáveis por direcionar as ações e, simultaneamente, assegurar a satisfação das partes interessadas. Por isso, o trabalho desses profissionais ultrapassa o âmbito da equipe e produz consequências para a empresa como um todo.

Em relação aos comandados, suas atividades dizem respeito a coordenar os trabalhos de diferentes pessoas. Resumidamente, para o sucesso de um projeto coletivo, os colaboradores dependem uns dos outros, e o líder cria as condições para que todos cumpram suas metas.

Nesse sentido, o profissional tomará providências para engajar e motivar os membros do time, bem como se certificará de que as ações individuais se complementem para alcançar os objetivos comuns.

Por outro lado, o líder atua na mediação de demandas. Se a empresa planeja algo, os responsáveis setoriais recebem missões que, a depender do tamanho da organização, se desdobram em metas para os encarregados pelos projetos específicos. Já os interesses dos colaboradores fazem o caminho inverso, subindo por meio dos líderes até o ponto de serem considerados.

Sendo assim, independentemente de ser a chefia da empresa, de um departamento ou de um projeto, escolher um bom líder é essencial para a coordenação e direcionamento das atividades, buscando um maior atendimento das demandas de todas as partes interessadas.

Quais são os benefícios de contar com bons líderes?

A liderança é fundamental para os níveis estratégicos, táticos e operacionais. No dia a dia, as equipes necessitam de direcionamento para desenvolver os atributos que predizem o sucesso em mercado, que, normalmente, é bastante competitivo. Veja algumas vantagens de contar com bons líderes:

Melhorar a produtividade

A produtividade é consequência do funcionamento adequado de outros indicadores, como motivação, engajamento, orientação adequada, satisfação com o trabalho, clima organizacional, divisão de tarefas, complementaridade entre as ações dos colaboradores etc.

Por isso, ao saber como ser um bom líder, o responsável pode influenciar esses fatores positivamente. Afinal, o trabalho desse profissional passa por tarefas com efeito direto sobre tais indicadores, como planejar, delegar tarefas, mediar conflitos, ouvir demandas e checar o cumprimento de ações.

Manter a unidade e harmonia do grupo

Nessa posição, o profissional é um ponto de conexão entre os colaboradores, bem como um intermediário entre eles e a direção da empresa ou de um departamento. Assim, é quem trabalha diretamente na coordenação de atividades e demandas.

Com efeito, a harmonia e a unidade da equipe requerem uma atuação. O primeiro atributo é a capacidade de direcionar todas as atividades em prol de um objetivo comum, enquanto o segundo é a ausência de contradições entre os interesses dos membros da equipe em relação ao todo.

Desenvolver pessoas

Atualmente, um bom líder é também um bom coach. Isso porque as pessoas precisam ser orientadas para desenvolver o máximo de seus potenciais e, assim, contribuir de forma mais significativa para o negócio.

Logo, ao escolher profissionais capazes de motivar, influenciar e engajar pessoas, a organização dá um passo importante para contar com colaboradores mais competentes e dispostos.

Com ser um bom líder e um bom coach na prática?

As palavras-chave para uma liderança de excelência são treinamento e desenvolvimento. Trata-se de reduzir as lacunas em competências técnicas e comportamentais, além de pensar a forma de desdobramento desse avanço no longo prazo. Veja algumas dicas para facilitar a aprendizagem:

Identifique seu estilo de liderança

O primeiro passo é entender a própria atuação. Quais são os meios que você utiliza para influenciar pessoas? Você centralizar as decisões ou dá mais liberdade aos colaboradores? Sua atuação é mais voltada para incentivar ou corrigir?

Essa compreensão do perfil de liderança é fundamental para identificar pontos fortes e fracos, os quais podem ser trabalhados para encontrar uma combinação mais aderente às necessidades da sua equipe.

Invista em conhecimento

Devido à grande demanda por bons líderes, há uma ampla variedade de materiais disponíveis sobre o tema, como cursos presenciais, in company e a distância, workshops, palestras, livros, audiobooks etc.

Mergulhar nesse conhecimento é uma forma de aprofundar as informações obtidas no dia a dia. Por isso, é importante que os interessados invistam na modalidade de qualificação que melhor atenda a suas características, sempre tomando o cuidado de buscar conteúdos que alinhem teoria e prática.

Dê ênfase às ações

Embora o discurso seja um importante instrumento para uma liderança de sucesso, nos estágios iniciais de desenvolvimento, é recomendável focar as atitudes e comportamentos. Isso porque as ações se sustentam por si só, enquanto a fala sem o agir é algo vazio.

Logo, questões como dar o exemplo, parecer confiante, ser sincero, expor o que deseja com clareza, assumir responsabilidades e afins devem estar no centro do radar daqueles que pretendem se tornar bons líderes.

Inicie pelas competências de maior impacto

Como os profissionais precisam conciliar o aprendizado com as tarefas do dia a dia, dificilmente será possível atacar todos os atributos de uma só vez. Até porque, em grande parte, isso passa pela criação e mudança de hábitos e costumes.

Não por acaso, o ideal é focar as competências que, dadas as necessidades imediatas da sua equipe, produzirão o maior impacto. Assim, ao ver os resultados, você se sentirá motivado a prosseguir e continuar o seu desenvolvimento.

Algumas sugestões, nesse sentido, são as seguintes:

  • gestão de tarefas, fluxo de trabalho e tempo;
  • administração de conflitos;
  • técnicas de motivação e engajamento;
  • escuta ativa;
  • procedimentos de avaliação e feedback;
  • incorporação das soft skills mais valorizadas.

Além disso, é importante ressaltar que, atualmente, existe a expectativa de que os profissionais desenvolvam uma visão macro, entendendo quais são os objetivos do negócio e como as diferentes partes contribuem para sua concretização.

Por isso, ao aplicar as dicas deste post, não pense apenas em como se tornar um bom líder e um bom coach, mas no papel que vai exercer nas organizações da atualidade. Assim, você se tornará um profissional mais valorizado.

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe o texto nas redes sociais, para que outras pessoas também desenvolvam os atributos de uma liderança de excelência!

Este texto foi produzido por Henrique Dener dos Anjos Rezende, em parceria com a Rock Content.

Meme Appus News

QUE TAL ASSINAR a nossa newsletter?

Não deixe de ler também…

© 2014 – 2018 | Appus HR Analytics – www.appus.com – Todos os direitos reservados.